União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro faz compras para que idosos e doentes crónicos e auto-imunes não tenham de sair de casa



União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro faz compras para que idosos e doentes crónicos e auto-imunes não tenham de sair de casa


A União das Freguesias de Lagoa e Carvoeiro está a desenvolver, a par da Câmara Municipal de Lagoa e das outras Juntas de Freguesias do Concelho, a iniciativa "Proteja-se. Fique em casa, nós vamos por si".

Trata-se de um serviço de entrega ao domicílio de alimentos e medicamentos para que as pessoas com 65 anos ou mais e doentes crónicos ou auto-imunes (independentemente das suas idades) não tenham necessidade de sair de casa. O número de telefone para o qual os interessados devem ligar é o: 960 475 017.

Até agora já foram feitas 49 entregas ao domicílio, mas o presidente da autarquia, Joaquim João Paulo, acredita que “o número deverá aumentar substancialmente nos próximos dias”.

Isto porque, refere o autarca, “temos recebido muitas chamadas a pedir informações sobre a iniciativa por parte de pessoas que dizem que, para já, não necessitam desse apoio, mas que, quando o pico da pandemia aparecer, irão recorrer a ele”.

Curiosamente, lembra,"o primeiro serviço que fizemos foi a compra de alimentos para animais, em resposta ao pedido de uma senhora idosa”. Joaquim João Paulo defende que esta vertente não deve ser descurada, uma vez que “há muitos idosos que se vivem isolados, tendo apenas como companhia os seus animais de estimação, que são os seus grandes amigos”.

Nesta altura, o programa funciona unicamente com trabalhadores da União de Freguesias, aos quais o presidente faz questão de “agradecer a forma empenhada e responsável com que têm abraçado esta iniciativa".

Há uma equipa equipa montada, com funcionários em teletrabalho, uma segunda em backoffice e outras no terreno que, todos os dias, se deslocam a supermercados, peixarias e farmácias para satisfazer os pedidos dos utentes.

Joaquim João Paulo também destaca “a colaboração que temos tido de estabelecimentos locais, que depois de receberem, por telefone, as encomendas, colocam logo os produtos de lado para entregar aos nossos funcionários quando aí chegam, permitindo que o serviço seja realizado com maior rapidez”.

Este tipo de apoio abrange, nesta altura, todo o concelho, numa iniciativa paralela da Câmara de Lagoa, em colaboração com as restantes freguesias.